Relacionamento com Deus
O que você precisa saber sobre o seu relacionamento com Deus

1) Não há pessoas boas!

 

O Apóstolo Paulo, na carta em que escreveu aos Romanos, afirma que "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” (Romanos 3:23), para, em seguida, afirmar que “o salário do pecado é a morte” (Romanos 6:23).

Quer isto dizer que o fato de existirem pessoas boas, sob o ponto de vista humano – que são bons pais ou mães de família; que não fazem uso de bebidas alcoólicas ou outras drogas; que são bons amigos; que não são dadas às brigas; que vivem fazendo boas obras etc. –, não é suficiente para agradar a Deus nem conquistar a salvação.

Na verdade, toda pessoa é pecadora, pois traz em si a semente do pecado semeada por ocasião da queda do primeiro homem lá no Éden, vez que assim “como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens porque todos pecaram” (Romanos 5:12).

Entretanto, apesar dessa semente maligna existente em cada ser humano – que o afasta de Deus (já que todos estão destituídos da glória do Eterno), Ele – Deus – não deixou de amar as suas criaturas e, por isto, há solução para todos, conforme pode se ver no próximo tópico.

2) Deus ama a humanidade!

 

No Evangelho de João consta que “Deus amou o mundo de tal maneira que enviou o seu único Filho, para que todo aquele que Nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16). No mesmo Evangelho, o próprio Jesus afirma: “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância” (João 10:10)

O amor de Deus pelas pessoas é tão grande que Ele proveu uma solução para pôr fim à separação existente entre Ele e os homens. Por isto Ele enviou o Seu próprio Filho, como que a fazer uma declaração de amor pelos seres humanos. E esta declaração ficou clara, sobretudo, pela forma como ela se deu.

 

3) A morte de Jesus na cruz foi a solução adotada!

 

Como dito alhures, o pecado separou o homem de Deus e a prática de boas ações por aquele, não é suficiente para o levar à vida eterna. O único caminho que leva o homem a Deus é Jesus Cristo, "Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, o homem" (1ª Timóteo 2:5). Aliás, o próprio Jesus afirmou: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim." (João 14:6).

Portanto, Jesus Cristo foi levado à cruz, ressuscitou, e é o único que pode nos absolver de qualquer acusação, pois segundo o Apóstolo Paulo, “Quem nos condenará? Pois Cristo que morreu, ou antes, que ressurgiu dentre os mortos, está à direita de Deus e intercede por nós” (Romanos 8:34, com modificações). Por sua vez, consta na primeira carta de João (2:1) a seguinte sentença: “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, porém, alguém pecar, temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo”.

Assim, a barreira existente entre os homens e Deus pode ser vencida, apenas, por intermédio de Jesus Cristo. Foi este o plano adotado por Deus para solucionar o sério problema da separação entre Ele e a humanidade. Jesus é a solução para a separação entre Deus e o homem!

 

4) Qual a nossa parte nesse plano?

 

O já tão citado Apóstolo Paulo, escrevendo aos Gálatas, afirma que “vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para resgatar os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos” (Gálatas 4:5-6), Por sua vez, o Evangelho de João dispõe que "aos que o receberam, àqueles que crêem no seu nome” (Cristo), “deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus" (João 1:12).

A parte do homem neste plano é o reconhecimento da condição de pecador e da necessidade de Cristo Jesus, pois só assim ele poderá ser adotado como filho de Deus. Aliás, essa afirmação consta na Carta aos Romanos: “se com a tua boca confessares a Jesus como Senhor, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo" (Romanos 10:9).

 

5) Então, o que fazer?

 

5.1. Reconheça a sua condição de pecador(a);

5.2. Reconheça que Jesus Cristo é o único caminho para a salvação;

5.3. Creia que Ele – Jesus Cristo – morreu na cruz para trazer solução à sua vida;

5.4. Entregue-se a Jesus, aceitando-o como o Senhor da sua vida;

5.5. Esteja disposto(a) a não retornar à vida pecaminosa.

 

Se você decidir seguir os passos acima recomendados e queira que um dos membros de nossa igreja lhe dê orientações que irão lhe ajudar na vida maravilhosa que você abraçou agora, entre em contato conosco, utilizando o formulário a seguir.

SOBRE NÓS

A Igreja Evangélica Congregacional Dinamérica, é uma congregação que visa o crescimento espiritual das pessoas residentes na cidade de Campina Grande, através da proclamação do Evangelho de Jesus Cristo – que se torna realidade com o ensino das Escrituras Sagradas e o testemunho de vida dos seus membros.

© 2020 - IGREJA CONGREGACIONAL DINAMÉRICA

Rua Anália Ribeiro Dias, nº 97, Dinamérica, Campina Grande-PB

(83) 2148-1365   •   igrejadodinamerica@gmail.com

SIGA-NOS